Polícia encontra área de reserva desmatada em assentamentos de Corumbiara e Chupinguaia, RO

Polícia encontra área de reserva desmatada em assentamentos de Corumbiara e Chupinguaia, RO

Polícia Militar Ambiental e o Grupo de Operações Especiais (GOE) descobriram uma área de desmatamento dentro de uma área de reserva legal de assentamentos, em Corumbiara (RO) e Chupinguaia (RO), municípios do Cone Sul. A descoberta foi na última terça-feira (28), durante uma operação, mas só foi divulgada para a imprensa nesta quinta-feira (30).
Após receber denúncias, a Polícia Ambiental coordenou uma operação em conjunto com o GOE, onde fiscalizaram três assentamentos: Zé Bentão (de 2300 hectares), Marantã I e o II (de 1800 hectares).
Nos locais, os policiais descobriram que a reserva legal, com vegetação nativa, havia sido desmatada. O tamanho do território devastado não foi informado.
No assentamento Zé Bentão, além do desflorestamento, foi encontrada uma máquina escavadeira e dois blocos de nota de serviços.
O caso foi registrado e será investigado. A máquina escavadeira foi apreendida e levada para Colorado do Oeste (RO). Até o fechamento desta reportagem, ninguém havia sido preso.
Marantã
Os assentamentos Marantã I e o II estão localizados no território onde era a Fazenda Santa Elina, que ganhou repercussão internacional há mais de 20 anos, quando um conflito envolvendo policiais militares e um grupo de sem-terra resultou na morte de 12 pessoas. A chacina ficou conhecida como ‘Massacre de Corumbiara’.
RONDÔNIA

G1/RO VILHENA

Habilidades

Postado em

01/12/2017

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *