Sete pessoas são presas suspeitas de cometerem crimes ambientais em terra indígena de RO

Sete pessoas são presas suspeitas de cometerem crimes ambientais em terra indígena de RO

Sete pessoas foram presas suspeitas de cometerem crimes ambientais na Terra Indígena Sete de Setembro em Cacoal (RO), a 480 quilômetros de Porto Velho, na sexta-feira (22). Segundo a polícia, quatro suspeitos foram flagrados pescando no local e três extraindo madeira. Além da prisão dos envolvidos, cerca de 100 quilos de peixes foram apreendidos na operação. Por serem crimes praticados em uma área A operação, que tem por objetivo auxiliar a Fundação Nacional do Índio (Funai) nas fiscalizações das terras indígenas, foi realizada pela Polícia Militar Ambiental (PMA) com apoio da Polícia Militar (PM).

Conforme o comandante da operação, cabo Elton Oliveira, os suspeitos foram presos em fragrante e devem responder por crimes ambientais. “Quatro pessoas foram presas por pesca ilegal e três por extração de madeira em área indígena. Além disso, eles estavam armados, por isso devem responder por porte ilegal de arma de fogo, pesca ilegal e usurpação de bens da união, entre outros crimes”, revela.

Ainda de acordo com o comandante, a operação é de rotina e realizada em diversos pontos do estado. “A função da Polícia Ambiental é apoiar os órgãos de defesa nas fiscalizações ambientais, principalmente em áreas de preservação e terras indígenas”, aponta.

Os suspeitos foram presos em flagrante e encaminhados para a Polícia Federal em Ji-Paraná, onde devem responder pela prática de crimes ambientais. Os peixes apreendidos, a maioria da espécie surubim, foram doados à Casa de Acolhida São Camilo, que atende cerca de 80 idosos e pacientes com problemas psicológicos. “Por ser um material perecível, a recomendação é doar para instituições filantrópicas”, explicou.

Período de defeso

O período de defeso ocorre de 15 de novembro até 15 de março de 2018. Neste período, a pesca está proibida em Rondônia. A proibição ocorre por determinação da portaria de n. 308 de novembro de 2016, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam). Essa é uma época de procriação das espécies. Conforme a portaria, a pesca profissional ou amadora de qualquer espécie de peixe não deverá ser praticada em rios e aflu

Habilidades

Postado em

23/12/2017

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *